Amazonense de Karatê teve mais de 250 atletas na competição

O Campeonato Amazonense de Karatê – Copa Antônio Lima Pinto – mostrou mais uma vez o potencial dos atletas da região. A competição iniciou na última sexta-feira e encerrou neste domingo, de 9 a 11, no ginásio do Instituto Federal do Amazonas (IFAM), localizado na Sete de Setembro, Centro.

O evento é uma realização da Federação Amazonense de Karatê (FAK), com apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

De acordo com o Presidente da Federação Amazonense de Karatê, Washigton Melo, a competição veio para fechar com chave de ouro a temporada de competições e de grandes conquistas da modalidade em 2016.

Para obter a melhor colocação do pódio, a jovem de 16 anos afirmou que treinou intensivamente durante os últimos quatros meses.
Para obter a melhor colocação do pódio, a jovem de 16 anos afirmou que treinou intensivamente durante os últimos quatros meses.

“Este ano tivemos conquistas relevantes, e só temos que agradecer a Deus, pois muitos atletas alcançaram títulos grandiosos e já estão se preparando arduamente para a temporada do ano que vem, e posso dizer que em 2017 vai vir bastante coisa boa”, destacou Melo.

Possuindo um longo histórico de conquistas importantes para o Estado, Nathalia Cristine, de 12 anos, brilhou mais uma vez pela modalidade. A atleta da equipe Cassam ganhou de sua adversária por dois pontos a zero e venceu a categoria Infantil. Este ano, inclusive, a atleta ingressou com mais dois caratecas amazonenses na seleção brasileira.

karate1

“Agradeço primeiramente a Deus por mais uma conquista importante. Este ano foi abençoado, mesmo com todas as dificuldades enfrentadas para chegar aonde cheguei, mas também foi um ano de muito aprendizado e 2017 será melhor ainda, pois já estou me preparando bastante para as seletivas e competições nacionais que vem pela frente”, disse Cristine.

Atleta do Instituto Bushidô, Anna Julia Ximenes conquistou a primeira colocação da categoria Junior. Para obter a melhor colocação do pódio, a jovem de 16 anos afirmou que treinou intensivamente durante os últimos quatros meses. “Antes de começar o Amazonense eu estava muito nervosa e muito ansiosa, mas depois que fiz minha primeira luta consegui me sentir mais confiante, pois coloquei em prática muitas coisas que treinei.

Nathalia Cristine, de 12 anos, brilhou mais uma vez pela modalidade.
Nathalia Cristine, de 12 anos, brilhou mais uma vez pela modalidade.

Assim, conquistei o primeiro lugar e estou muito feliz em terminar o ano bem”, comentou a atleta, que também faturou o primeiro lugar no Campeonato Brasileiro, em outubro, na cidade de São Paulo.

O faixa Marrom Carlos Eduardo Almeida, de 13 anos, veio diretamente do município de Borba (215 km da Capital) para disputar o Amazonense. A viagem de dezoito horas de barco valeu a pena, pois o atleta conquistou o lugar mais alto do pódio pela categoria SUB-14 e cumpriu com êxito a previsão do presidente da FAK, Washigton Melo, que apostava no garoto para a conquista da primeira colocação. Este ano, o jovem já havia surpreendido, quando foi Bronze pelo Brasileiro.

“Não foi nada fácil chegar aqui, mas creio que tudo que colocamos esforço somos bem recompensados. Vou continuar treinando para as competições do ano que vem e focar nas seletivas nacionais” comentou Eduardo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *